quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Foi daqui que eu vim...

E cheguei nesse lugar por livre e espontânea vontade. Agora eu sei que o que me atraiu foi essa mistura de alegria e melancolia. Essa consciência de que não há esperança, mas que nem por isso tira a vontade de viver. Ao contrário, dá ao viver um significado pleno. Uma certa urgência despreocupada com a busca.
Foto do Dany Boy

2 comentários:

Adriana Brunstein disse...

Ah, Mary Poppins, confessa que essa é a foto da sua garagem! Uma hora ou outra as pessoas vão perceber que vc chega voando.

Priscila disse...

*
este teto
testemunha tanto
*